segunda-feira, 2 de junho de 2008

Cadê o pneu que estava aqui?!



Semana passada, na TV cultura, estava eu assistindo a uma entrevista com um engenheiro civil explicando as vantagens do asfalto modificado por borracha de pneus em relação ao asfalto comum. Segue abaixo algumas das principais:

- Maior durabilidade;

- Menor ruído;

- Maior conforto;

- Maior resistência;

- Menor espessura do pavimento;

- Melhor atrito, ou seja, menos acidentes;

- Menor custo de manutenção.

Uma pergunta ficou no ar: Por que não se usa este tipo de asfalto?
Os órgãos públicos não optam por este tipo de asfalto porque a princípio se gasta um pouco mais de dinheiro. Entretanto, a longo prazo, esse tipo de pavimento se mostra mais econômico, pois se gasta menos com manutenção e aumenta o conforto dos usuários.

Segundo a resolução nº 258 do CONAMA, desde 2005 as empresas de pneus devem, para cada 4 pneus novos, dar destino final adequado para 5 pneus velhos.

Portanto existe bastante pneu para se tirar do ambiente. Cabe à sociedade cobrar dos governantes a utilização dessas tecnologias que, além de resolverem um problema ambiental, são mais eficientes no uso do dinheiro público.

2 comentários:

Jessé Júnior disse...

Pois é cara... Diante de dantas resoluções não cumpridas e impunidades nas mais diversas esferas da sociedade, que acabam não sendo divulgadas. Acabamos tendo que cobrar tanto e somos tão pouco ouvidos que essa situação acaba por se tornar algo segmentado, cada um no seu cercado! Mas vale ai a lembrança... se não for atrás de resultados, como podem-se receber os "louros". Parabens pela pesquisa cara... tow repassando pra galera o link ai... pra divulgar. ateh!

Dora disse...

As borracharias adorariam se isso fosse mesmo levado a sério, hein?! =]